19.12.16

Quebrar um espelho da 7 anos de azar?

| |

Oooizinho balinhas de laranja, tudo bem com vocês? Espero que estejam bem. Esse post eu fiz antes de sumir do blog e deixei ele guardadinho, resolvi postar ele hoje. Bom, como viram, o tema da postagem de hoje é na verdade, considerado por muitos, uma superstição, muito famosinha por sinal. Por conta disso, resolvi trazer ao blog hoje, de onde ela surgiu e porque muitos acreditam nisso, vamos lá?
Óbvio que nem todos acreditam nisso, e algumas pessoas não acreditam, acreditando. "Oi? Como assim Isa? " Pessoas que acreditam não acreditando, são aquelas que dizem não acreditar mas sentem um medinho, é algo como :  Melhor prevenir do que remediar.
Quem nunca ouviu alguém dizendo, " Cuidado, se quebrar o espelho, são sete anos de azar" ? Acredito que uma maioria, não é mesmo? Pois então, para começar, não pensem que é só no Brasil que isso existe, muito pelo contrário, essa superstição faz parte da cultura europeia, americana e até mesmo da asiática. Mas de onde ela surgiu?

Existem várias teorias, a mais propagada para o início dessa crença popular é de que ela tenha origem na mitologia grega. Quem gosta e sabe sobre mitologia, já deve imaginar o porque. Já ouviram falar de Narciso? Não? Pois vou contar brevemente sobre ele. Ele era um jovem rapaz que se apaixonou pela sua própria imagem refletida na água, e morreu de inanição por passar a vida inteira tentando acaricia-la. Conto sobre ele em um próximo post. Essa é uma das teorias.
Ainda na Grécia Antiga, acreditava-se que os reflexos carregavam, ou eram em si, o prospecto das almas de cada um. Logo, ao quebrar a imagem refletida, a pessoa teria um sinal de que dias ruins se sucederiam com a probabilidade de morte tua ou de alguém próximo.

Os sete anos foram uma contribuição dos romanos. Eles acreditavam na mesma coisa que os gregos em relação aos reflexos, com a adição de que o ciclo de vida de um ser humano era renovado nesse período de tempo, ou seja, ao fim dos sete anos, o azar acabaria.
Outra teoria, essa de Veneza, na Itália. Quando surgiram os primeiros espelhos, eles eram bem caros. Para fazer com que os serviçais tomassem cuidado com os objetos, os patrões diziam que caso eles os quebrassem, teriam muito azar.


Mas essas são apenas superstições, há quem acredite como também há quem ache isso tudo uma bobeira. Mas, uma dica tanto aos supersticiosos quanto para os outros é moe-lo, queima-lo ou enterra-lo. Para quem é supersticioso e tem medo, fazendo isso, o espelho para de refletir os pedaços de sua "alma ferida". E para quem não acredita, pode fazer o mesmo ou reciclar,
Espero muito que tenham gostado, eu achei bem interessante. Não acredito nos 7 anos de azar, mas confesso que já senti um medinho em relação a isso e vocês?
 Beijinhos e até próxima.


6 comentários:

  1. Nao vou mentir, ja senti esse medo tambem kkkkkk, mas nao acredito nao, por mais que as vezes eu pense que minha vida ta assim por culpa daquele espelho que quebrei alguns anos atras ... Mentira.
    Mas eu amei a postagem de hj, adoro mitologia tambem, por mais que eu nao saiba mt bem, acho super interessante e adoro ler sobre.
    Eu ja conhecia esse cara, Narciso ne, mas nao fazia ideia de que essa supertiçao tinha vindo de algo parecido.
    Posta mais sobre essas curiosidades que eu vou amar leeer!!!
    Beijoos <3333

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi lu, tudo bem?
      Kkkk, acho que é quase impossível a gente não sentir um medinho de leve ao menos uma vez na vida em relação a isso, porque querendo ou não, a gente sempre escuta, cresce escutando, até a gente formar uma opinião própria, demora um pouquinho...
      Que bom que gostou e é ótimo saber que adora mitologia, assim trarei mais sobre isso aqui para o blog <3
      Esse cara é doidinho, mas amo a história dele, trarei melhor, detalhadamente qualquer dia desses <3
      Vou postar sim, amiga !!
      beijinho

      Excluir
  2. Não sou supersticiosa, mas sou dessas pessoas que prefere prevenir! UHAUHAUAHUAH, adorei o post <3

    www.reinodaspalavras.blog.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi oi, Ana
      kkkk exatamente, " melhor prevenir do que remediar", certo?
      Que bom que gostou, esteja sempre por aqui, <3
      Beijinhos

      Excluir
  3. Oii, estava pensando aqui o quanto as culturas, costumes e crenças do mundo todo se difundem. Por exemplo as superstições pegam um pouquinho de cada lugar, como tu disse no post, esses 7 anos de azar por causa da quebra do espelho começa na mitologia grega, vamos aos ciclos de renovação romanos e segue para a Itália. Superstições são globais e por isso tendemos a acreditar nelas, por sua força de repetição..
    Acho que viajei demais no meu comentário, mas queria dizer que adorei o post, pois já tinha ouvido sobre o Narciso, mas não fazia ideia que era daí que surgia essa história de azar.
    Bjs <3
    http://www.lagrimasdediamante.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi Ooi Lu, tudo bem? Que bom te ter por aqui <3
      Nãoo, tu não viajou demais em teu comentário;;;não faz ideia do quanto eu gosto dessa interação, pode estar sempre fazendo isso que eu irei ler e responder com o maior carinho....são esses comentários que me fazem ter mais vontade de postar <3
      Pois é, como tu disse, é global...ninguem sabe ao certo quando e como nasce, mas por onde ela passa ela vai crescendo e por isso ela ganha um ar de veracidade, fazendo com que a gente acredite mesmo naquilo !
      beijinhos e volte sempre

      Excluir